30/08/2019 | Vendas | , ,

Como criar orçamentos mais atrativos

Algumas tarefas são consideradas “chave” para a saúde de um negócio. Geralmente essas atividades fazem parte do core da organização. Em outras palavras, são as atividades que estão ligadas diretamente à missão da empresa e à entrega de valor para o cliente final. No entanto, algumas atividades-meio, podem passar desapercebidas e, até mesmo, serem vistas como burocráticas, como é o caso do orçamento. No entanto, o orçamento, pode fazer toda a diferença no momento mais crucial do negócio, a venda!

Neste artigo, preparamos algumas dicas para que você perceba a importância de se criar um bom orçamento e como fazer isso.

O que é importante?

Em primeiro lugar, é importante destacar que o orçamento é o documento usado pelo cliente para decidir qual empresa contratar. Isso quer dizer que este material atua em um ponto vital no processo de vendas. E, existem três pontos sobre os quais temos que dar especial atenção ao criar um orçamento. Acreditamos que um orçamento deve ser:

  1. Rápido
  2. Preciso
  3. Informativo

Além disso, deve deixar claro:

  • “quem é” a empresa;
  • que equipe estará por trás do projeto;
  • que serviços oferece;
  • quais os diferenciais.

E, temos que ter um cuidado especial ao calcular o tempo de trabalho. O mais importante em um orçamento é entender em detalhes o que o cliente quer. Só assim você poderá calcular o tempo de trabalho, quem vai participar do projeto, os recursos que serão necessários e qual será o fluxo de entregas e aprovações.

Se o cliente não souber dizer, você tem que ser capaz de conseguir extrair as informações dele. Isso é fundamental para fazer um bom briefing que é a base do orçamento.

Como fazer?

Sugerimos que você organize a informação da seguinte maneira:

  1. Falar da sua empresa
  2. Detalhar sua proposta para atender a necessidade do cliente
  3. Mostrar quanto custa de forma detalhada e condicional
  4. Por fim, é necessário deixar muito claro, quais são as condições de pagamento. Quando o cliente deve pegar, se o pagamento é ou não atrelado às entregas, qual será a forma de pagamento e o que acontece caso o cliente não efetue o pagamento de uma parcela.

*Condicional: Caso o cliente mude de ideia no meio do caminho ou tenha novas ideias, como isso vai refletir no preço do seu serviço? Um orçamento deve ser capaz de deixar gatilhos para solucionar estes casos. Por ex. um parceiro nos solicitou a integração com um CRM, à pedido do cliente, porém este não especificou que tipo de integração seria. Este tipo de informação vaga dá muita margem à um orçamento errado. Se o cliente não sabe te dizer ao certo, você pode, neste caso, orçar as principais integrações que imagina ser o que o cliente quer e deixar claro que outros tipos de integrações serão orçadas à parte.

A cereja do Bolo

Uma proposta bem feita, demonstra profissionalismo. Uma proposta bem organizada, clara, bem ilustrada e com a identidade visual da empresa vai contar muitos pontos positivos durante o processo de decisão do cliente frente aos orçamentos recebidos. Portanto, cuide da linguagem e do visual. Ao mesmo tempo que a linguagem deve expressar a cultura da empresa, deve também ser clara e adequada.


Imagem de capa: Infographic vector created by katemangostar – www.freepik.com


Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *