5/02/2020 | Gestão | , ,

Loja virtual não é um site que vende: é uma loja de verdade!

Entender como funciona uma loja virtual e compreender que ela demanda das mesmas responsabilidades que um estabelecimento físico pode determinar o sucesso ou o fracasso da empreitada!

Pensar em abrir um comércio online é algo comum nos dias atuais, afinal, todo mundo está conectado e quer as facilidades que a internet oferece na palma da mão e com poucos cliques. Porém, ter uma loja virtual não é simplesmente montar um site e cruzar os dedos e braços na esperança de que clientes caiam do céu.

Imagem: mohamed_hassan (Pixabay)

Uma loja virtual requer tanta responsabilidade, cuidados e dedicação quanto uma loja física. É preciso compreender que, para ter sucesso no universo online, é necessário se dedicar, compreender e acompanhar cada detalhe do mecanismo de venda pela internet e trabalhar diariamente com foco e determinação.

Quem sonha em ter um comércio virtual precisa, antes de tudo, aprender como esse mecanismo funciona, quais manutenções e atenção deverá ter no dia a dia e, claro, investir em muita divulgação, conhecimento e uma boa plataforma de loja virtual.

Vamos aprender mais sobre como funciona uma loja virtual, da sua estrutura até como divulgá-la na rede?

Vamos lá!

Loja virtual não é site, é loja!

O primeiro erro de muitas pessoas que decidem abrir uma loja virtual é tratar a loja como um site comum. Loja virtual não é apenas um site que vende! Uma loja virtual não funciona sozinha, é necessário investir tempo e esforço na gestão das diversas áreas do negócio como: controle de estoque, fotografia e vídeos dos produtos, manter a atualização da plataforma sempre em dia, atendimento ao cliente, despacho de mercadoria e uma série de outros “detalhes”.

Por isso, anote os 5 itens essenciais a serem levados em conta na hora de abrir uma loja virtual!

1. Tenha  colaboradores

Outro erro é achar que uma pessoa apenas consegue dar conta de tudo. Não dá! É necessário ter alguém para cuidar do estoque e atualizar a loja, alguém para responder dúvidas e dar suporte rápido e preciso sobre os produtos, formas de pagamento e entrega, alguém para gerenciar as redes sociais e publicidade e, claro, uma pessoa para cuidar do financeiro da empresa.

Uma loja virtual é uma empresa! Precisa ser administrada como tal, contar com bons colaboradores que entendam como tudo funciona virtualmente. Para, assim, agilizar o processo de venda e pós-venda. Então, é altamente recomendável ter colaboradores para organizar o trabalho e para cuidar dos setores:

  • Financeiro/administrativo;
  • Compras e inventário;
  • Comunicação e marketing;
  • Logística;
  • SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor).

Uma pessoa pode atuar em duas ou mais funções? Pode. Mas é preciso ter cuidado para não ter sobrecarga de trabalho e, com isso, comprometer o todo.

Receba nosso conteúdo por e-mail

2. Tenha um bom suporte técnico

Trabalhar na internet pede conhecimento técnico sobre como tudo funciona online. Uma loja virtual não pode travar no meio de uma compra, por exemplo. Se isso acontecer, o carrinho de compras do seu cliente vai ser abandonado e ele vai pensar 2 vezes antes de voltar a fazer compras com você novamente.

Portanto, contar com uma boa hospedagem que ofereça suporte técnico para cuidar e solucionar quaisquer falhas que possam surgir no caminho é básico e fundamental. Tal empresa precisa oferecer um pacote de serviços que garantam a sua tranquilidade e a segurança de acesso à loja.

Os planos de hospedagem da Próxima Web têm como diferencial a manutençao técnica dos sistemas hospedados, o que é fundamental para manter as páginas sempre em pleno funcionamento e com a performance otimizada.

Ou seja, ter um fornecedor que construa um ótimo sistema, que siga as boas práticas de programação e que se preocupe com a performance da plataforma é fundamental. Lembrando que a performance de uma página de internet é muito importante para que se alcance um bom rankeamento no Google.

Um bom suporte é fundamental, pois qualquer problema pode impactar diretamente nas vendas. Uma loja fora do ar é como uma loja de portas fechadas.

3. Investir no marketing da loja virtual

Imagem: mohamed_hassan (Pixabay)

Não é que uma loja virtual não tenha uma vitrine, ela tem, mas para que as pessoas, na internet, possam “passar em frente a ela” é necessário que haja divulgação. Mas como divulgar uma loja virtual? Um boa estratégia, por exemplo, pode ser usar as redes sociais de forma inteligente e profissional.

Isso significa criar perfis exclusivos para o comércio virtual. Não se pode misturar contas pessoas e profissionais, combinado? Na própria loja – no rodapé – é importante deixar visível os links para que os consumidores possam seguir a loja nas redes sociais.

Convertendo, assim, o Facebook, Instagram e Pinterest em uma verdadeira vitrine virtual para a loja. É importante publicar boas fotos dos produtos, criar legendas criativas e chamativas, fazendo desses recursos um canal direto com o público.

Dica de ouro: um comércio virtual não pode ocultar preços! Não há nada pior para quem consome online do que se interessar por algo e não saber o valor da peça e precisar “chamar inbox”. Sempre que possível, use links diretos para redirecionar o consumidor para a loja virtual.

Ah, o uso de e-mail marketing com promoções, novidades e convidando o consumidor a voltar para a loja também é uma boa estratégia de marketing digital!

4. Foco na qualidade do serviço e atendimento

Quem vende online precisa pensar em ter um espaço para fazer seu estoque. Deve-se armazenar os produtos de forma que eles não peguem poeira, não amassem etc. Um estoque bem organizado facilita na hora de vender e controlar o “entra e sai” de mercadoria.

Se possível, é interessante personalizar as embalagens dos produtos e fundamental ter cuidado e capricho para que não ocorram avarias ou violações das peças. Isso chama a atenção e faz toda a diferença para quem recebe.

Uma loja virtual não permite o contato pessoal com o consumidor e esses pequenos detalhes e cuidados contam pontos positivos, pois demonstram atenção, mesmo que à distância.

A forma de entrega é outro ponto que merece destaque em um comércio virtual. Além dos Correios, pode-se oferecer outras formas de frete, usando, por exemplo, o serviço da Melhor Envio. E, no caso de clientes que residam na mesma cidade ou cidades próximas, é possível oferecer a opção de retirar em mãos ou de entregas por motoboy.

5. Aproxime-se dos seus clientes

Estar sempre à disposição, responder com rapidez, tirar dúvidas, tratar pelo nome e fazer com que ele se sinta realmente único é importante para um bom relacionamento com o cliente e faz toda a diferença.

Isso, nós chamamos de ação de fidelização do consumidor final. As pessoas não querem apenas comprar por comprar. Elas buscam uma ótima experiência e precisam se sentir seguras ao fornecer suas informações pessoais em uma loja online.

Uma loja virtual não pode parar no tempo, é necessário oferecer ao consumidor o mais importante item que todos aqueles que compram online procuram: facilidade, rapidez e segurança. Isso significa que a loja tem que ser fácil de usar, as informações essenciais precisam estar ao alcance dos olhos e a finalização da compra tem que acontecer em poucos cliques, de preferência usando um bom gateway de pagamentos, como PayPal, PagSeguro ou MercadoPago, que permitam diferentes formas de pagamento.

Administrar uma loja virtual não é nenhum bicho de sete cabeças, mas requer profissionalismo e investimento em tecnologia e publicidade. Ou seja, é como ter uma loja física que estará aberta e à disposição do consumidor 24 horas por dia.

Gostou das nossas dicas? Então que tal receber mais conteúdos como esse em primeira mão? Basta seguir nossas redes sociais e assinar nossa Newsletter! Até a próxima!

Gostou? Então cadastre-se!


Artigo de Isabel Tetéo – Colaboradora do Blog Próxima Web

Jornalista, redatora web e especialista em marketing de conteúdo. Sempre atenta e em busca de novidades que possam auxiliar a aperfeiçoar sua escrita, transformando conteúdos diversos em informação, aprendizado e entretenimento para o leitor.


IMAGEM DE CAPA: Designed by pikisuperstar / Freepik


Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *